Entrevista com Gruntar – Caster do Circuito Desafiante de LoL

O2News: Primeiramente gostaríamos que se apresenta-se para comunidade, falando um pouco sobre sua carreira dentro do e-sports e explicando o porque de seu nick Gruntar.

Eu comecei a trabalhar com eSports em outubro de 2010, fazendo vídeos de estratégia para o recém lançado Starcraft II. De lá para cá foram muitas e muitas horas de narrações, vídeos e eventos, nacionais e internacionais.
O nick Gruntar vem de um antigo personagem de RPG que eu tinha, um bárbaro de D&D que acabou ficando.

O2News: Qual sua visão de times e eventos nacionais ? E quais expectativas ?

As coisas vem melhorando desde que o crescimento do LoL elevou os padrões no Brasil. Cada vez mais jogadores se interessam e podem viver de eSports. Infelizmente a crise deu uma desacelerada no processo, mas comparado a outras áreas ainda estamos bem. As expectativas são boas, mas é preciso planejar os eventos com atenção e responsabilidade, para que público e profissionais tenham uma boa experiência.

A profissionalização é outro ponto. Não só dos jogadores, mas também de todo o eco-sistema relacionado. Estamos no caminho certo. Agora é ir colhendo os frutos e plantando essa expansão.

O2News: Como voçê se vê como um dos primeiros casters de LOL a chegar e ser considerado como um dos mais conhecidos no cenário atual de LOL ?

Fico muito feliz de ser um dos pioneiros na narração não só de LoL, mas de eSports de modo em geral. Me orgulho de ter iniciado algumas tendências e emplacado bordões que são utilizados até hoje.
Apesar dos anos já percorridos, sinto que minha carreira está apenas começando e é questão de tempo para um futuro ainda mais promissor.

O2News: Quanto ao Cirquito Desafiante, o que você pode falar sobre as novidades desta etapa de 2016 e quais suas considerações dos times que querem participar ?

Este segundo Split do Circuito Desafiante de LoL está muito disputado e interessante. O nível subiu em relação ao primeiro e isso nos deixa animado para o que vem a seguir, com a ideia de o tempo inteiro trazer melhor e melhor conteúdo para o cenário.

As equipes que pretendem chegar ao torneio precisam se preparar e muito, pois os jogadores estão cada vez mais focados na possibilidade de chegar ao CBLOL.

O2News: A XLG (Xtreme Game League) é considerada uma das maiores organizações de e-sports nacionais, incluindo o Circuito Desafiante de League of Legends no Brasil, ligas de Counter Strike: Global Offensive e DoTA 2, quais são os planos para XLG neste segundo semestre de 2016 ?

Rapaz, não sei se posso falar muito sobre isso. Algumas coisas são meio que trancadas a sete chaves…
De qualquer forma, posso garantir que continuaremos com um trabalho cada vez mais profissional e trazendo para o público o melhor do eSports do mundo.